segunda-feira, 29 de maio de 2017

Água do São Francisco pode alcançar toda a Paraíba, inclusive João Pessoa; entenda

Resultado de imagem para agua da transposição na paraiba
A água do Rio São Francisco já corre em território paraibano, através do eixo leste da transposição, começando pelo município de Monteiro, no Cariri da Paraíba, a 305 km da Capital. Segundo dados do Ministério da Integração Nacional, somando-se os municípios beneficiados pelo trecho já inaugurado (72, incluindo João Pessoa) aos 55 que serão contemplados com o eixo norte, ficam ‘de fora’ 96 cidades da Paraíba após o fim das obras. Isso, no entanto, não significa dizer que essas localidades não possam também ficar livres dos efeitos da seca.
De acordo com o coordenador estadual do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), Alberto Gomes, as cidades não incluídas pela Integração Nacional entre as contempladas pelos dois eixos podem ser beneficiadas com o preenchimento de reservatórios próximos e obras de canais e adutoras realizadas pelo governo do Estado, havendo, em um futuro ainda não preciso, a possibilidade de que toda a Paraíba possa usufruir da obra da transposição.

“A água entrou por Monteiro, abastecendo Poções. De lá, segue para Camalaú, em seguida para o açude Epitácio Pessoa (Boqueirão), de onde desce para Acauã e segue para as vertentes litorâneas, como o canal Acauã-Araçagi”, explicou Alberto Gomes, referindo-se ao trajeto do eixo leste. Conforme indicou, é preciso esperar que Boqueirão sangre para se ter noção de quando a água poderá perenizar o Rio Paraíba e atingir as cidades do Litoral, como João Pessoa, por exemplo. Ou seja, é preciso acompanhar como a água vai se comportar no percurso do Rio Paraíba para saber se ela vai alcançar o Litoral. 

“Pelo eixo norte, serão atendidos os reservatórios do complexo Coremas – Mãe D’água, São Gonçalo e Engenheiro Ávidos. As obras deste trecho devem acabar em dezembro de 2017, se tudo correr bem”, acrescentou Gomes.

Água para agropecuária e a criações de pescados

Ao Portal Correio, o presidente da Agência Estadual de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), João Fernandes, contou que as águas da transposição são prioritárias para consumo humano e animal, mas também vão beneficiar a produção de peixes e camarões e a agricultura através do projeto vertentes litorâneas.

“De Poções (açude em Monteiro) as águas da transposição seguem para Camalaú e Boqueirão. Quando Boqueirão atingir 33 milhões de metros cúbicos (m³) e Campina Grande começar a captar água por gravidade, vamos tratar de descer água rio abaixo para que ela chegue em Acauã-Araçagi, onde temos o projeto das vertentes litorâneas, que é uma verdadeira transposição dentro do estado, com mais de 100 km de canais. Com isso, vamos poder consolidar o projeto de criação de camarões e de peixes, além da agropecuária, desenvolvendo e criando emprego por onde a transposição passar”, afirmou João Fernandes. 

Obras em andamento

O governo do Estado já tem obras anunciadas ou em andamento que prometem expandir a água da transposição para outras regiões da Paraíba, que não foram atendidas pelo eixo leste.

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, assinou no dia 10 de maio deste ano a ordem de serviço para o Sistema Adutor TransParaíba, que faz parte do Programa Mais Trabalho, que também prevê a construção de barragens na região formada por cidades como Soledade, São Vicente do Seridó, Cubati, Pedra Lavrada, Nova Palmeira e Picuí.

O governo afirmou que serão investidos R$ 220 milhões no sistema adutor e que a obra representa um marco histórico para a região mais seca do estado. “É a transposição da transposição. Estamos pensando grande e vivendo um novo momento na Paraíba, que conta hoje com uma estrutura bem melhor do que a que encontrei, quando assumi o governo em janeiro de 2011”, declarou Ricardo, na assinatura da ordem de serviço.

A Cagepa também informou recentemente que a há uma obra que deve ser concluída no fim deste mês de maio para levar água a cidades do Cariri, como Congo, Sumé, Livramento, Gurjão, Ouro Velho, Parari, Prata, São José dos Cordeiros, Serra Branca, São João do Cariri e Monteiro.

terça-feira, 11 de abril de 2017

Homem é preso por golpe do depósito falso em João Pessoa



Uma operação conjunta da Polícia Civil da Paraíba, através da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa – DDF - e Policiais Militares da 1ª Cia – resultou na prisão de uma pessoa e na identificação de mais duas outras pessoas (foragidos), todos envolvidos na prática do “golpe do depósito falso”.
O crime foi praticado da seguinte forma: um dos suspeitos da associação (identidade mantida sob sigilo) entrou em contato com uma empresa de São Paulo/SP, convencendo um funcionário de que havia feito um depósito bancário “por engano”, no valor de R$ 64 mil reais, apresentando um falso comprovante dos valores informados, solicitando que a empresa fizesse a devolução na conta bancária informada – conta da PB.
A fraude foi descoberta logo em seguida pelo setor de fraudes do Banco do Brasil, identificado que os valores haviam sido imediatamente transferidos da conta do primeiro suspeito para o segundo envolvido, W.S.N., e que o mesmo já teria conseguido sacar a quantia de R$ 10.000,00 e estaria transferindo a quantia de R$ 19.000,00 para diversas contas bancárias.
A agência do BB – Parque Solon de Lucena – acionou a PM e entrou em contato com a DDF – comunicando a situação. A Polícia Militar conduziu o suspeito W.S.N. à DDF, para a adoção dos procedimentos cabíveis e seguimento nas diligências necessárias à identificação dos demais envolvidos nas fraudes praticadas. W.S.N. tem 27 anos e foi preso em flagrante pelos crimes de estelionato e associação criminosa.
A DDF identificou mais dois suspeitos integrantes da associação criminosa, que serão indiciados e responderão pelas mesmas condutas criminosas. Quaisquer denúncias sobre condutas criminosas desta natureza poderão ser encaminhadas à DDF através do disque denúncia da Polícia Civil – tel. 197 (sigilo garantido).

Obra que amplia abastecimento de água no Sertão é inaugurada nesta terça


Resultado de imagem para abastecimento de água

O governador Ricardo Coutinho entrega, nesta terça-feira (11), a ampliação do sistema de abastecimento de água em Princesa Isabel, Sertão paraibano, a 420 km de João Pessoa. Mais de R$ 8 milhões foram investidos na construção do sistema. Cerca de 30 mil habitantes serão beneficiados.
A cidade de Princesa Isabel possuía uma rede de abastecimento deficiente e que não atendia à demanda do município, por isso foi necessária a expansão da rede e substituição de grande parte da tubulação composta por tubos de cimento amianto, não utilizados mais hoje em dia.
O projeto de ampliação da rede do município compõe-se de aproximadamente 10 km de adutora de água bruta e adutora de água tratada, nova estação de tratamento, nova estação elevatória, reservatório apoiado capacidade para 500 mil litros de água, além de instalação de hidrômetros residenciais. A vazão do sistema é de 35 litros por segundo de água tratada.
Paralelamente a essas obras, o governo conseguiu, junto ao Ministério da Integração Nacional, a realização de um ramal da adutora do Pajeú, partindo do município de Flores, em Pernambuco, para atendimento imediato a população de Princesa Isabel. Essas obras foram concluídas recentemente e o município foi o primeiro da Paraíba, de fato, a receber águas do Rio São Francisco. 

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Professores da rede estadual da PB paralisam atividades por dois dias

Uma paralisação dos professores da rede estadual da Paraíba acontece nesta quinta-feira (2) e segue até a sexta-feira (3), de acordo com o comunicado do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Estado da Paraíba (Sintep-PB).

Segundo a página do sindicato na internet, o objetivo da paralisação é chamar a atenção do governo e da sociedade para discutir a criação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) para a Educação.

A categoria também se posiciona contra a Lei Estadual nº 242, que congela salários dos servidores públicos da Paraíba, e também contra o Projeto de Lei e Outras Proposições (PLP) nº 257/2016, que retira direito de todos os servidores públicos (municipais, estaduais e federais).

Casal armado assalta joalheria no centro de Catolé do Rocha, na tarde desta quarta

Um homem moreno  e uma loira, ambos armados, chegaram a um estabelecimento comercial do ramo de joalheria, localizado á Avenida Venâncio Neiva, no centro de Catolé do Rocha (PB), transitando em uma motocicleta Honda 150, cor preta, se passando por clientes, e em seguida renderam a atendente e anunciaram o assalto.

As primeiras informações  são de que os elementos levaram algumas jóias do estabelecimento, inclusive foram subtraído alguns pertences de clientes.

Várias guarnições estão em diligências na tentativa de prender o casal.

Daqui a pouco mais informações...



Abastecimento de água de Caicó, RN, passa a ser feito pelo açude Itans

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) coloca em operação nesta terça-feira (31) um sistema alternativo de abastecimento para a cidade de Caicó, na região Seridó do Estado. O fornecimento de água para a cidade a partir da Adutora Manoel Torres - que atende também os municípios de Jardim de Piranhas, São Fernando e Timbaúba dos Batistas - está suspenso desde domingo (29) por causa do baixo volume do rio Piranhas/Açu, inviabilizando a captação.

Segundo a gerente da regional de Caicó, Rosy Gurgel, o Açude Itans está atualmente com 5,7% de sua capacidade, volume suficiente para 60 dias de abastecimento. O manancial é mantido apenas como reserva técnica, quando a Adutora Manoel Torres está funcionando. Agora, Caicó vai contar com uma vazão de 300 metros cúbicos por hora de água tirada do Itans, sendo mantido o mesmo sistema de rodízio que vinha sendo praticado nos últimos meses.

Para uma solução no abastecimento pela adutora – atendendo também as outras cidades, a Caern já solicitou à Agência Nacional de Águas (ANA), através do Instituto de Gestão de Águas do Rio Grande do Norte (IGARN), o aumento da vazão no açude Curema, no município de Coremas, Estado da Paraíba, para liberar água a fim de aumentar o volume do rio Piranhas. O pedido foi atendido e a água deve chegar ao destino até quinta-feira (2).

Somente com a chegada da água que será possível assegurar a retomada do abastecimento. Quando a Adutora Manoel Torres voltar a funcionar – o que está previsto para esta sexta-feira (3) – o sistema do Açude Itans será desligado e o manancial volta a se tornar uma reserva técnica para necessidades eventuais.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Com público recorde Carnaval de Catolé do Rocha termina na manhã de quarta-feira de cinzas

A última noite do Carnaval de Catolé do Rocha registrou uma multidão gigante na Praça do Povo, com quatro atrações que levou os foliões a virar a madrugada sem perder o ritmo.

O cantor Uizamar e Orquestra de Frevo abriu a noite de terça-feira. O artista que tem naturalidade potiguar, mas que reside em Catolé do Rocha há anos trouxe para a praça, um repertório que variou do frevo, marchinhas carnavalescas, até o tradicional axé baiano.

 

A segunda atração da noite também foi da prata da casa, Felipe Mayku e Banda sacudiram a galera jovem, com um estilo contagiante, e repertório variado.

 

A grande estrela do carnaval deste ano, Gabriel Diniz subiu no palco já na madrugada desta quarta-feira (10), e a grande multidão que ocupou cada metro da Praça do Povo, foi à estase com o estilo que vem conquistado a nova geração.


Sem arredar pé da praça, a multidão saudou a quarta-feira de cinzas com a animação frenética de André Luvi, que já em plena luz do dia desceu do placo e caiu nos braços do folião.

 

Carnaval das multidões tem que ter aparato policial e segurança a altura do evento, e neste quesito, o Carnaval de Catolé do Rocha sempre teve o apoio impecável da Polícia Militar, através do 12º BPM que tem o comando do Major Douglas Ferreira. As equipes do SAMU e do Corpo de Bombeiros, complementam o suporte da segurança-saúde-socorristas.

 

No final da festa, a comissão organizadora fez um balanço pra lá de positivo sobre o evento, agradecendo ao apoio total do prefeito Leomar Benício Maia, do vice Laurinho, assim como todas as secretarias municipais que compartilharam a logística deste carnaval.