sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Paraíba é o principal estado produtor de abacaxi, com 19% da safra nacional.

 
 
Em Santa Rita, a colheita começou em agosto e deve seguir até janeiro.
Em toda a Paraíba são quase 10 mil hectares cultivados com a fruta. A expectativa é que sejam colhidos quase 300 milhões de abacaxis, números que podiam ser maiores se a chuva tivesse vindo na hora certa.
José Queiroga cultiva abacaxi há quase 30 anos. A fruta colhida na roça dele pesa, em média, 1,2 quilo. O abacaxi é da variedade pérola, considerado um dos mais doces. O agricultor vende a unidade a R$ 1, preço 25% maior do que na última safra. A maior parte da produção segue para o Sudeste e o Sul do país.
Nos últimos cinco anos, o produtor de abacaxi da Paraíba vem dividindo a área plantada com a cana de açúcar. Em outra propriedade de Santa Rita, de um total de 280 hectares, 185 foram cultivados com cana e 93 com abacaxi. Apesar do lucro do abacaxi ser maior, a dificuldade para conseguir mão de obra para colher a fruta vem desestimulando o produtor.
Os trabalhadores que permaneceram no campo agora aproveitam a temporada de colheita para aumentar o rendimento. Eles têm carteira assinada e ganham até R$ 40 por dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário